Trabalho Remoto: dicas e como é na Zup

Neste artigo você vai ver:

Não é surpresa para ninguém que o trabalho remoto é um modelo que veio para ficar! Mas ainda há muitas dúvidas sobre essa forma de trabalhar.

Por isso, no artigo de hoje vamos responder tudo o que você sempre quis saber sobre o trabalho remoto. Temos dicas para trabalhar de casa, de produtividade, como ter uma estação de trabalho campeã, como funciona na Zup e muito mais!

Diferenças entre home office e trabalho remoto

Pois é, muita gente usa esses dois termos como se eles significassem a mesma coisa, mas não é bem assim.

Trabalho remoto é toda a prestação de serviços realizada fora do escritório, à distância. Nesse contexto vale trabalhar de casa, coworkings, cafés etc.

Já o home office é quando o colaborador trabalha, necessariamente, de casa. Nesse contexto, vale trabalhar em casa todos os dias ou só de vez em quando.  

Trabalho remoto: antes e depois da pandemia

O trabalho remoto já era uma tendência antes, porém ainda havia empresas (e gestores) que desconfiavam de seus benefícios. Mas a pandemia causada pela Covid-19 mudou tudo.

De acordo com o IBGE, em 2018 o home office correspondia a 5,2% do total de pessoas ocupadas no país (excluídos da conta quem é do setor público e pessoas que são trabalhadoras domésticas). E já foi um marco para a época!

Mas em março de 2020, quando a Covid-19 passou a ser classificada como pandemia (disseminação mundial de uma nova doença) e os primeiros casos foram registrados no Brasil, até os mais desconfiados com o home office tiveram que se adaptar. E rápido.

Segundo estudo elaborado pela Fundação Instituto de Administração (FIA), em abril de 2020, 46% das empresas já haviam adotado o trabalho remoto no país. 

E o que pensam os funcionários?

Baseado em uma pesquisa realizada pela Workana:

  • Para 97%, o home office será um diferencial na hora de escolher um próximo emprego. 
  • Já 94% dos profissionais com carteira assinada querem continuar trabalhando remotamente.

Enquanto isso, outra pesquisa, essa da Citrix, chamada “Workquake: The New Work Order”, afirmou que 86% das pessoas entrevistadas se percebem igual ou mais produtivas trabalhando em casa – em comparação ao trabalho no escritório. 

Mas nem tudo são flores no trabalho remoto. Empresas e profissionais precisam ter atenção a certos desafios, como, por exemplo:

  • Equilíbrio entre vida pessoal e profissional;
  • Ergonomia das pessoas em sua estação de trabalho em casa;
  • Isolamento social, solidão e desafios de saúde mental;
  • Fadiga pelo excesso de videoconferências;
  • Reembolsos para gastos com energia e internet.

E como é o trabalho remoto na Zup?

Em home office desde março de 2020 por conta da pandemia, em novembro a Zup anunciou que toda a empresa teria a liberdade para trabalhar de onde estiverem. Mas o que isso significa de fato?

Significa que todos zuppers podem escolher entre:

  • trabalhar dos escritórios (quando for seguro para eles reabrirem); 
  • em modelo 100% Home Office;  
  • trabalhar em modelo híbrido, revezando entre presencial e remoto.

É a liberdade para crescer de forma exponencial!

Quer conhecer toda a trajetória da Zup dos primeiros momentos da pandemia até hoje, passando pelo lançamento do programa Liberdade? Então confira esse artigo especial.

A seguir confira algumas histórias de zuppers nessa transição de trabalho remoto por conta da pandemia.

Além disso, vale a leitura nesse artigo especial sobre maternidade e o nosso programa Liberdade. Nele, zuppers que são mães contam as vantagens e desafios de trabalhar de casa.

Dicas para trabalhar de casa

O trabalho remoto já não é nenhuma novidade, não é mesmo? Mas ainda há uma série de práticas que podem deixar seu dia a dia muito mais fácil e confortável!

Aperte os cintos e confira nossas dicas para trabalhar de casa e ter uma boa performance!

Principais desafios no trabalho remoto e como superá-los.

Do dia para a noite muita gente passou a trabalhar remotamente, mas com isso surgiram uma série de problemas e desafios. Veja a seguir as nossas dicas para superar os desafios mais comuns ao se trabalhar de casa.

Ter uma estação de trabalho adequada

No começo da pandemia muita gente foi se virando como pôde, trabalhando em sofás ou cadeiras longe do ideal. Mas conforme o tempo foi passando e percebemos que esse seria o nosso “novo normal”, buscar ter uma estação de trabalho adequada se tornou uma necessidade.

O ideal é contar com uma área reservada para trabalhar, que seja arejada e com menos ruídos do que o restante da casa. Além disso, tenha especial atenção aos equipamentos que vão fazer parte da sua rotina como mesa, cadeira e fones de ouvido.

Busque adotar equipamentos que tragam conforto para o seu dia a dia como, por exemplo:

  • suporte para notebook ou monitor;
  • apoio para o pé;
  • mouse pad anatômico;
  • mouses confortáveis.

Tenha uma estratégia para lidar com distrações

Quando falamos para ter um local de trabalho reservado, isso ajuda também a lidar com as distrações. Familiares, animais de estimação, obras no vizinho, televisão, trânsito na rua… 

Por isso, crie estratégias para conseguir ter foco no trabalho. Uma boa dica é adotar a técnica de pomodoro, que sugere que se trabalhe com foco por 50 minutos e se faça uma pausa de 10.

Busque o equilíbrio entre vida pessoal e profissional

Sem a barreira física entre vida pessoal e profissional, muitas pessoas acabam se exigindo demais. Por isso, busque ter equilíbrio, evite fazer horas extras e ver / responder comunicações quando não estiver trabalhando.

Caso contrário, o que seria uma solução para uma vida mais flexível se torna uma porta de entrada para o burnout. Só para se ter uma ideia, segundo a pesquisa The State of Burnout (O estado do Burnout), da plataforma Blind, mais de 70% dos profissionais em TI se sentem esgotados, número 12% maior do que antes da pandemia. 

Mantenha uma rotina saudável 

Algo que ajuda muito a manter a produtividade e a ter equilíbrio entre vida pessoal e profissional é ter uma rotina saudável. Por isso, experimente algumas das práticas a seguir: 

  • Trabalhe com roupas confortáveis, que te permitam participar de chamadas de vídeos e dar uma sensação de profissionalismo. (Sim, estamos falando para você não trabalhar de pijamas, rs);
  • Inclua exercícios físicos na sua rotina;
  • Faça alongamentos antes de começar a trabalhar pela manhã;
  • Experimente decorar o ambiente do seu home office. É importante ter um local de trabalho agradável, seja em casa ou no escritório;
  • Busque trabalhar em um local com luz natural para evitar fadiga; 
  • Tenha uma boa organização na estação de trabalho.

Dicas de produtividade no trabalho remoto

O trabalho remoto muda como nos relacionamos com o trabalho em si e com as outras pessoas. No escritório já sabíamos o que fazer em determinadas situações ou diante de certos problemas, mas na maioria das vezes esse conhecimento não vai ser útil no trabalho à distância.

Agora, vamos as dicas:

Adote uma comunicação assíncrona

Para evitar a fadiga pelo excesso de videoconferências, o ideal é adotar uma comunicação assíncrona. Assim as pessoas podem acompanhar o andamento de projetos e novidades quando for melhor para elas, sofrendo menos interrupções durante tarefas. 

Mesmo antes do trabalho remoto, muitos de nós já participamos de reuniões que poderiam ter sido um e-mail. Agora, o mesmo comportamento acontece com as calls. 

Por isso, escreva bons e-mails, documente ações e busque adotar uma ferramenta de gestão de tarefas mesmo que simples, como o Trello. Seu time vai agradecer!

Outra dica importante é sobre os chats internos. Muitas pessoas mandam primeiro uma mensagem de “oi, tudo bem?” e só quando recebem uma resposta é que dizem o que precisam. Isso acaba fazendo com que as comunicações demorem mais. Por isso, comece com um “oi”, mas já engate dizendo o que precisa ser dito. 

Ah, engana-se quem pensa que isso é algo que começou depois da pandemia. O site da campanha “No Hello”, que fala justamente sobre esse comportamento, é de 2013!

Preocupe-se com o tempo das pessoas

Parece básico, mas ainda tem gente que manda convites de reuniões sem verificar se as pessoas envolvidas estão disponíveis. Outro problema comum são reuniões mal planejadas que acabam não terminando na hora estipulada (quem nunca participou de uma “continuação” de reunião que atire a primeira pedra). 

Algumas práticas podem ser muito úteis para ajudar a diminuir esses problemas, como por exemplo:

  • Use ferramentas que ajudam a encontrar espaços nas agendas das pessoas. A essa altura do campeonato as principais agendas já possuem funcionalidades para isso. 
  • Não envie um convite para uma reunião sem uma pauta. Use bem o campo de descrição e inclua tudo o que puder ser útil para as pessoas envolvidas, como dados, links e relatórios.
  • Busque se preparar para as reuniões que for participar. Tente reservar alguns minutos para conferir o assunto e o conteúdo relacionado.

Quer mais dicas de produtividade no trabalho remoto? Então o artigo “Como adaptar times ágeis no trabalho 100% remoto?” é leitura obrigatória!

Trabalho remoto: mais que uma tendência, uma realidade

Espero que tenha ficado claro como o trabalho remoto é algo que vai fazer parte da vida das pessoas cada vez mais. Esse tipo de trabalho, definitivamente, veio para ficar e nós da Zup não podíamos ficar de fora dessa.

E você, tem outras dicas para trabalhar de casa? Conta para a gente nos comentários!

Capa do artigo sobre Trabalho remoto com uma moça trabalhando de casa com um gato no colo
Juliana Sampaio
Conteúdo
Jornalista especialista em Marketing Digital com anos de experiência em empresas de tecnologia. Board Advisor da Girls in Tech Brasil.

Este site utiliza cookies para proporcionar uma experiência de navegação melhor. Consulte nossa Política de Privacidade.