Mapa de Empatia: baixe o modelo e entenda como executar na prática

Neste artigo você vai ver:

Apesar de parecer complexo entender, de fato, o que é Design Thinking e Mapa de Empatia para quem não conhece os termos, te garanto que que não só é fácil de compreender, como são muito importantes.

Antes de tudo, devemos saber que Design Thinking é uma linha de pensamento, não apenas uma ferramenta ou método. Com ele, é possível enxergar problemas de uma maneira mais livre para, a partir daí, criarmos soluções inovadoras e focadas no problema real.

Mesmo que Design Thinking não seja uma ferramenta em si, é através de ferramentas relacionadas que entendemos sua aplicabilidade e importância.

É exatamente nesse ponto que o Mapa de Empatia entra pra nos ajudar.

Afinal, o que é Mapa de Empatia?

O Mapa de Empatia é uma ferramenta poderosa para entender melhor quem nos contratou, se perguntando: o que pensa, o que enxerga, o que fala e o que faz. Principalmente quando não dispomos de pesquisas profundas sobre usabilidade.

No caso de ausência de pesquisa, é preciso trabalhar com a criação de hipóteses, que deverão ser testadas. Elas serão uma mão na roda para que tenhamos com o que trabalhar, sem precisar se basear em achismos para construir uma experiência que traga valor para quem está usando o produto.

Esse tipo de mapeamento foi criado pela consultoria de Design Thinking Xplane para auxiliar o desenho do modelo de negócios, mas se provou essencial para a concepção de proto-personas (personas baseadas em hipóteses) para projetos de todos os tipos.

Saindo da teoria e entrando na prática

Quando nos aproximamos de quem nos contratou, podemos compreender seus objetivos, conhecer melhor os seus desejos e os problemas que enfrenta. Assim vamos poder oferecer a solução certeira, além de desenvolver uma verdadeira empatia por seu projeto.

Falando nisso, já viu o que significa esta palavra?

empatia (em·pa·ti·a)

  1. Habilidade de imaginar-se no lugar de outra pessoa.
  2. Compreensão dos sentimentos, desejos, ideias e ações de outrem.
  3. Qualquer ato de envolvimento emocional em relação a uma pessoa, a um grupo e a uma cultura.
  4. Capacidade de interpretar padrões não verbais de comunicação.
  5. Sentimento que objetos externos provocam em uma pessoa.

Como desenhar e utilizar um Mapa de Empatia

Preencher um mapa de empatia não é nada complicado, pelo contrário, é muito simples e prático. Pode ser feito no papel, preenchendo com post-its, na lousa ou até mesmo online.

O título apresenta “Mapa de Empatia” à direita e, à esquerda, existe o campo para nomear o projeto e a data. Abaixo, o mapa consiste em um retângulo dividido em seis linhas interligando as extremidades ao centro. Os espaços divididos estão nesta ordem: 1. Com QUEM estamos empatizando; 2. O que queremos que essa pessoa FAÇA?; 3. O que ela VÊ?; 4. O que ela DIZ?; 5. O que ela FAZ?; e, 6. O que ela OUVE?. No meio, existe um círculo, no formato de uma cabeça, com o último item: 7. O que ela PENSA e SENTE? e a divisão DORES e OBJETIVOS.
Este é o desenho de um mapa de empatia. Dica: no final do post tem um modelo pra você baixar e imprimir!

Um mapa de empatia é composto por sete áreas fundamentais, cada uma com as suas características:

1. Com QUEM estamos empatizando?

  • Quem é a pessoa que queremos entender?
  • Em qual situação essa pessoa está?
  • Qual é o papel dela nessa situação?

2. O que queremos que essa pessoa FAÇA?

  • O que ela precisa fazer diferente?
  • Quais tarefas ela quer ou precisa que sejam feitas?
  • Quais decisões ela precisa tomar?
  • Como saberemos que ela teve sucesso?

3. O que ela VÊ?

  • O que ela vê no negócio?
  • O que ela vê em seu ambiente?
  • O que ela vê outras pessoas fazendo?
  • O que ela assiste e lê?
  •  

4. O que ela DIZ?

  • O que ouvimos ela dizer?
  • O que imaginamos que ela diga?

5. O que ela FAZ?

  • O que ela faz hoje?
  • Qual comportamento à observamos fazer?
  • O que imaginamos que ela faz?

6. O que ela OUVE?

  • O que ela ouve de outras pessoas?
  • O que ela ouve no seu círculo de amizades?
  • O que ela ouve durante uma conversa entre colegas?
  • O que ela ouve nos corredores?

7. O que ela PENSA e SENTE?

  • Dores: quais são seus medos, frustrações e ansiedades?
  • Ganhos: quais são seus desejos, necessidades, esperanças e sonhos?
  • Quais outros pensamentos e sentimentos podem motivar seu comportamento?

Hora de usar o Mapa de Empatia!

Com o mapa de empatia em mãos, tudo que você precisa fazer é convidar sua equipe para uma dinâmica interativa e colaborativa. 

O mapa precisa estar acessível para todo mundo, para que nada escape das pessoas  envolvidas no processo e a dinâmica não perca o tom colaborativo.

Um dos objetivos interessantes quando se cria um mapa de empatia é alinhar o conhecimento de equipes sobre a persona que estão tratando, além de levantar questões, problemas e até soluções diversas sobre o universo de clientes e usabilidade.

E como prometemos, aqui o Modelo de Mapa de Empatia. Baixe aqui e imprima o seu!

Esse artigo foi útil pra você? Tem alguma dúvida sobre o assunto? Escreva nos comentários!

Douglas Dias
UX/UI Designer
Gosto de aprender e transformar experiências em algo melhor para as pessoas.

Artigos relacionados

Este site utiliza cookies para proporcionar uma experiência de navegação melhor. Consulte nossa Política de Privacidade.