7 competências esperadas de um desenvolvedor back-end

No items found.
7/1/2020
Guillaume Falourd
Guillaume Falourd
Back-end Developer

Zupper curioso, sempre procurando impactar da melhor forma as pessoas ao seu redor.

Está sem tempo para ler? Aperte o play para escutar o artigo.

A área de TI é cheia de desafios e em constante evolução. Nesse cenário é cada vez mais difícil determinar o que esperar dos profissionais da área nas inúmeras ferramentas e práticas surgindo todos os dias.

Pensa em seguir carreira como Dev Back-end e precisa entender tudo que esperam de você? Esse artigo é pra você! 

Vamos analisar o que é esperado tanto de hard quanto de soft skills, hoje, no mercado. 

Qual o principal papel de um desenvolvedor Back-end?

Seu papel é entender os objetivos do projeto e criar soluções eficazes, armazenando dados e também assegurando que eles sejam exibidos para o usuário que deveria ter acesso a eles. 

Consequentemente, ele pode, por exemplo, ser responsável por desenvolver o um sistema de processamento de pagamentos, como aceitar dados, armazenar com segurança essas informações e fazer cobranças por esse pagamento. 

Os desenvolvedores back-end devem ser capazes de gerenciar recursos de APIs que funcionam em vários dispositivos, também podem estar envolvidos na arquitetura de um sistema e nas análises de ciência de dados e devem ter a habilidade de implementar algoritmos e resolver problemas relacionados ao sistema.

7 Competências esperadas de um dev back-end

1 - Conhecer a linguagem de programação back-end usada pela empresa

Parece meio óbvio, mas nem todas as empresas precisam de desenvolvedores back-end especializados em mais de 1 ou 2 linguagens de programação, pois os projetos de uma mesma empresa, normalmente, são implementados nas mesmas linguagens, e é raro ter várias linguagens usadas no mesmo projeto em proporção grande.

2 - Conhecer tecnologias de banco de dados, como Oracle, SQL ou MongoDB

O back-end é a área que armazena os dados sendo consumidos ou manipulados pelo aplicativos ou softwares. Quem configura e cuida da manutenção desses bancos de dados hoje é o DBA, e quem manipula essas informações no dia-dia é o desenvolvedor back-end.  Ele tem que saber como buscar, inserir ou apagar o que é necessário para o desenvolvimento das funcionalidades que ele implementa.

3 - Compreender as tecnologias da web, como HTML, CSS e JavaScript 

Noção importante para atuar em parceria com a equipe de front-end, que são responsáveis por desenvolver o design do site, software ou aplicativos a partir do trabalho do desenvolvedor back-end. Ter um alinhamento e um entendimento entre essas partes permite encontrar as melhores soluções para ambas as áreas, dentro dos padrões do projeto.

4 - Conhecer ferramentas de controle de versão, como Git, CVS ou Subversion

Hoje, quando falamos de desenvolvimento de software ou de aplicação, qualquer trabalho em equipe precisa usar um controle de versão para conseguir gerenciar o código-fonte de seus projetos de forma eficiente.

Confira também um artigo sobre Git, Github e Gitlab, ferramentas super importantes no dia a dia de qualquer dev. 

banner para se inscrever webinar dynamodb


5 - Experiência na escrita de documentos e de testes de unidade/ integração reutilizáveis

Como um projeto é raramente desenvolvido por apenas uma pessoa, é uma boa prática compartilhar o conhecimento para evitar silos de conhecimento. Assim, se amanhã um outro profissional precisa atuar no código que ele desenvolveu, ele entenderá rapidamente como que a solução foi implementada.

Os testes garantem também que as regras de negócio sejam respeitadas.

6 - Agilidade e flexibilidade

Agilidade e flexibilidade são 2 palavras que definem muito bem o que é esperado de um desenvolvedor hoje em dia. Como é necessário entregar valor para os clientes de forma rápida e eficiente, a rotina do desenvolvedor é composta de muitas tarefas: análises de requisitos, desenho de fluxogramas, desenvolvimento de soluções, documentação, testes e por aí vai. 

7 - Habilidades de comunicação 

Habilidades de comunicação verbal, interpessoal e escrita também são super importantes. 

Um projeto de TI envolve várias pessoas, de diversas áreas de atuação (Back, Front, QA, UX/UI, Scrum, PO, DSM, PM, Clientes). É extremamente importante uma comunicação clara e eficiente entre todos para evitar qualquer desalinhamento. 

infográfico de backend developer


Competências bem-vindas para um desenvolvedor back-end:

É sempre útil (e muito bem-vindo) que o(a) desenvolvedor(a) back-end tenha uma compreensão maior do que a sua área de atuação. Por isso que o conhecimento dos itens abaixo pode ser relevante na hora de conversar com as outras áreas da empresa.

- Conhecimento de desenvolvimento de aplicativos em nuvem

- Conhecimento de acessibilidade e conformidade de segurança

- Conhecimento das plataformas CMS e CRM (Salesforce e Adobe AEM / CQ)

- Conhecimento de como gerenciar um ambiente de hospedagem, incluindo administração de banco de dados e dimensionamento de aplicativos para lidar com alterações de carga.

Passos para crescer na carreira: veja o infográfico

Quer crescer na carreira de Back-end? Criamos um infográfico bem completo mostrando caminhos e como crescer na profissão. 

Vagas em tecnologia

Quer se desenvolver muito na área em um ambiente de crescimento exponencial? Veja aqui nossas vagas abertas em desenvolvimento. 

O que você achou deste conteúdo?
Quer receber nossos conteúdos?
Seu cadastro foi efetuado com sucesso! Enviaremos as novidades no seu email.
Oops! Something went wrong while submitting the form.