ISO 20022: conheça a padronização global que possibilitou a criação do PIX

Neste artigo você vai ver:

Para quem ainda não conhece, o ISO 20022 é uma padronização global de intercâmbio eletrônico de dados, usada por sistemas de pagamentos em mais de 70 países.

Neste artigo, vamos conhecer mais sobre o que é o ISO 20022, como funciona, os seus benefícios, o contexto no Brasil e quais mudanças vão surgir a partir dele.

ISO e o padrão 20022

Para conhecer melhor como surgiu essa padronização, é importante apresentar a ISO, uma organização internacional não governamental independente, associada a 165 organismos de normalização nacionais.

A organização reúne especialistas para compartilhar conhecimento e desenvolver normas internacionais de forma voluntária, baseadas no consenso e relevância para o mercado, fornecendo soluções para os desafios globais e incentivando a inovação.

Já o ISO 20022 é um padrão global para intercâmbio eletrônico de dados entre instituições financeiras, com as seguintes características: 

  • Descreve um repositório de metadados contendo descrições de mensagens e processos de negócios;
  • Aplicável em vários setores financeiros, incluindo transações de pagamentos, negociação de valores mobiliários, informações de liquidação, entre outros. Com mais de 320 mensagens, cobrindo pagamentos, títulos, serviços comerciais, FX e cartões.

Importante lembrar que as mensagens padrão ISO 20022 devem atender aos processos de negócios dos mercados financeiros e de capitais internacionais, não a requisitos específicos de sistemas ou infraestruturas proprietárias. 

Tudo para garantir que o padrão de comunicação atenda a todos os mercados, independentemente de suas particularidades, mesmo que possa ser utilizado por qualquer infraestrutura, rede de comunicação ou sistema de registro, compensação e / ou liquidação de operações financeiras. 

Para se ter ideia do impacto dessa padronização, estima-se que os bancos centrais de todas as principais moedas para pagamentos de alto valor e o sistema SWIFT planejam migrar para ISO 20022 dentro dos próximos 5 anos.

Como funciona a estrutura do padrão

Na prática, o padrão de mensagens ISO 20022 é estruturado em cinco diferentes domínios de negócios: 

  • Pagamentos (Payments);
  • Mercado de Capitais (Securities);
  • Serviços para Comércio Internacional (Trade Services);
  • Cartões (Cards);
  • Câmbio (Foreign Exchange).

Cada domínio apresenta diferentes áreas de negócio, formadas por um conjunto de mensagens e estruturadas de acordo com as operações a serem realizadas por meio da troca de mensagens padrão ISO 20022. 

Por exemplo, o domínio de Pagamentos é composto pelas áreas: 

  • Gerenciamento de Contas (Account Management);
  • Iniciação de Pagamento (Payments Initiation);
  • Compensação e Liquidação de Pagamentos (Payments Clearing & Settlement);
  • Gerenciamento de Caixa (Cash Management);
  • Comunicação a Autoridades (Authorities Communications).

Benefícios da adoção do ISO 20022

De acordo com especialistas do segmento financeiro, a ISO 20022 já é usada por sistemas de pagamento em mais de 70 países. É especulado que esse seja o padrão para transações de alto valor de todas as moedas de reserva, suportando 80% dos volumes globais e 87% do valor de todas as transações globais nos próximos anos.

Muito além de ser apenas mais um padrão, trata-se de ter mais dados e qualidade, em uma cadeira de causa e consequência de vantagens relacionadas. 

Como exemplos de principais benefícios da ISO 20022 estão:

Melhores dados

A ISO 20022 permite dados melhor estruturados, mais ricos e detalhados para mensagens de pagamento.

Pagamentos de qualidade

Com a ISO 20022, a régua da qualidade só sobe. Afinal, dados de maior qualidade significam mais transparência e mais informações de remessa para clientes, que terão uma experiência melhor. 

Análises aprimoradas

Menos intervenção manual ajuda na agilidade dos processos e na precisão de conformidade. Como consequência, as medidas de prevenção de fraudes são aprimoradas.

Uma base para automação

Um único padrão para todos os domínios e processos de negócios facilita a criação de novos serviços e o aperfeiçoamento do processamento direto.

Adoção mundial

Como comentado, o ISO 20022 está se tornando mais popular, com quase 200 iniciativas de infraestrutura de mercado implementando o padrão ou considerando adotá-lo no futuro.

Contexto brasileiro

No contexto do sistema financeiro do Brasil, esse padrão foi instituído em 2016. Para isso, um grupo de trabalho reuniu os principais representantes da indústria financeira, com o objetivo de analisar o catálogo de serviços do SFN (Sistema Financeiro Nacional) à luz do padrão ISO 20022.

Os grupos de serviços englobados neste estudo foram:

  • CMP – Serviços de Liquidação da COMPE; 
  • LTR – Liquidação Bruta ou Bilateral de Operações;
  • PAG – Câmara Interbancária de Pagamentos (CIP);
  • RCO – Recolhimento Compulsório;
  • RDC – Redesconto do Banco Central;
  • SEL – Sistema Especial de Liquidação e de Custódia (Selic);
  • SLB – Sistema de Lançamentos do Banco Central;
  • SME – Serviços de Pagamentos Relacionados a Moeda Eletrônica;
  • SML – Sistema de Pagamentos em Moedas Locais;
  • STR – Sistema de Transferência de Reservas;
  • TES – Tesouro Nacional.

Além disso, também foi cumprido um passo importante com a execução de uma análise sobre os catálogos para a adoção do padrão ISO 20022 no SFN. As etapas desse processo foram mapear, por exemplo:

  • os fluxos de transferências de fundos atuais;
  • as mensagens padrão ISO 20022 para os negócios estudados;
  • campos necessários e opcionais;
  • opções e alternativas de preenchimento de campos;
  • domínios existentes no padrão ISO 20022 e analisar a aderência aos domínios utilizados nas transferências de fundos no mercado brasileiro;
  • e levantar normas vigentes que poderão ser impactadas com o uso do padrão ISO 20022.

Conclusão do estudo

A conclusão sobre o estudo realizado foi que o padrão ISO 20022 atende as necessidades de troca de informações nos negócios existentes no mercado brasileiro, no que diz respeito às transferências de fundos do Sistema de Pagamentos Brasileiro (SPB), reconhecendo os benefícios da adoção do padrão.

Também foram identificadas melhorias do modelo atual, como a redução do número de mensagens, possibilidades de unificação de domínios de informações, como também oportunidades de enriquecimento com outras informações nas mensagens trocadas. 

Esse estudo foi a base do uso das mensagens ISO 20022 aplicadas à infraestrutura centralizada de liquidação dos pagamentos instantâneos, operada pelo Banco Central do Brasil, denominada Sistema de Pagamentos Instantâneos (SPI), ou seja, o PIX

Quer conhecer mais sobre a tecnologia de uma das maiores inovações dos meios de pagamentos no Brasil nos últimos tempos? Temos um episódio do Zupcast sobre tecnologias do PIX para você ouvir:

O que ainda pode ser explorado?

Inovação? Parcerias? Novos modelos de negócios e serviços? Presença de novos atores fora da indústria financeira? 

Essas são apenas provocações em meio a um turbilhão de mudanças que o Banco Central vem fazendo, que comentei mais neste artigo.

O fato é que estamos vendo diversos segmentos da indústria descobrirem oportunidades para mais transparência e automação, além de novos serviços, alimentado por uma inteligência mais rica em dados.

Podemos agrupar o que pode ser explorado no futuro de forma resumida da seguinte forma: 

  • possibilitar a automação: agentes de pagamento podem simplificar o processamento de faturas e pagamentos, exigindo menos intervenções manuais. Já pensou em conciliação mais automatizada e em tempo real? Ou pagamentos corporativos abrangendo B2B e B2C?;
  • prevenção de fraudes: dados de pagamentos mais detalhados podem fornecer mais informações para a evolução dos modelos de detecção de fraude;
  • melhorar os insights de clientes: podemos acompanhar as atividades e antecipar as necessidades ou o comportamento do indivíduo, podemos até incluir uma nota de um consumo na mensagem, já imaginou?

Futuro do ISO 20022

Pensando no futuro, com o padrão sendo adotado pelas plataformas de pagamento globalmente, incluindo SWIFT, a mudança para ISO 20022 é inevitável. 

Em 2025, é esperado que quase todas as plataformas em tempo real, de alto valor ou internacional já utilizem o padrão ISO 20022. Para bancos e instituições financeiras, isso significa que a migração não é um “se”, mas um “quando”. 

É claro que como acontece em qualquer investimento em tecnologia, muitos bancos e instituições financeiras ainda estão tentando definir um caso de negócio atraente para justificar a transição. 

A resposta está em recursos aprimorados de dados e maior eficiência de processamento, ter mais informações, compartilhar e ter um modelo open data que possa ser utilizado com o único propósito de melhorar a vida das pessoas.

Por isso, a ISO 20022 vai impulsionar casos de uso e modelos de negócios que suportam novos recursos, como pagamentos em tempo real transfronteiras e tokenizados. 

Anote aí: vamos presenciar um boom de cryptos compatível com ISO 20022, nos próximos anos, a partir da adoção do SWIFT. Um exemplo recente é da Ripple, que agora faz parte do ISO 20022 Standards Body, sendo pioneira com foco em Distributed Ledger Technology (DLT). 

Além de DLT, outros assuntos como, por exemplo, DeFi, DApps e Contratos Inteligentes despontam como tendências. Alguns desses assuntos já até surgiram aqui no blog!

Quer continuar acompanhando as novidades do mercado de inovações tecnológicas no setor financeiro com a gente? Assine nossa newsletter!

Agora, se tiver alguma dúvida ou quiser trazer alguma novidade sobre o ISO 20022 é só comentar aqui embaixo!

Referências

Capa do artigo sobre ISO 20022. Na foto, aparecem as mãos de uma pessoa, uma delas segura um celular com um aplicativo de banco e a outra mão apoiada na mesa sob um caderno aberto.
Foto de Rosimar Sales.
Diretor de tecnologia
Profissional de TI com mais de 20 anos de experiência. Apaixonado por temas de inovação, desenvolvimento moderno e aplicação de novas tecnologias. Em sua carreira, já atuou em praticamente todas as indústrias, liderando e entregando a transformação de negócios através de mentalidade de produto e modernização de sistemas complexos. Praticante de esportes e apaixonado por motos e música, gosta de passar o tempo em família, o que para ele é sinônimo de relaxamento.

Este site utiliza cookies para proporcionar uma experiência de navegação melhor. Consulte nossa Política de Privacidade.