Java: tudo o que você precisa saber para começar

Neste artigo você vai ver:

Nesse artigo irei abordar o que é o Java e o que você precisa saber para começar a se aventurar. 

Tem interesse em conhecer uma das linguagens de programação back-end mais utilizadas pelas empresas? Então continue lendo!

O que você vai ver neste artigo:

  • Afinal, o que é o Java?
  • Não confunda Java com Javascript
  • Principais características do Java
  • Por que Java?
  • Cursos e Livros para se aprender Java
  • Aprenda Java com a Zup
  • Conclusão
  • Referências

Afinal, o que é o Java?

O Java é uma linguagem de programação orientada a objetos e é uma das linguagens mais utilizadas pelas empresas na atualidade no desenvolvimento de aplicações WEB e Mobile.

O Java foi criado em 1995 na empresa Sun Microsystem por uma equipe chefiada por James Gosling, conhecido como o pai do Java. Em 2008, o Java foi adquirido pela Oracle e vem crescendo bastante desde então no mercado de tecnologia.

Não confunda Java com Javascript

O nome até pode ser parecido, mas por favor não confunda Java com Javascript. 

Além da semelhança entre os nomes, as sintaxes também são muito parecidas, ambas possuem estrutura de controle de escritas bem similares, abaixo conseguimos ver uma estrutura condicional utilizando o Javascript.

 function verificarLetraIgualB(letra) {
 if(letra === "b") {
     console.log("b");
 } else {
     console.log("Qualquer letra");
 }
 } 

Estrutura condicional (IF) escrita na linguagem Java:

 public void verificarLetraIgualB(char letra) {
if (letra == 'b') {
System.out.println("b");
} else {
System.out.println("Qualquer letra");
}
 } 

Uma outra diferença seria que o Java é uma linguagem de programação orientada a objetos. Já o Javascript é uma linguagem de programação interpretada.

O código do Java precisa ser compilado, já o código do Javascript está totalmente em texto.

O Java cria aplicações executadas baseada na sua máquina virtual (JVM), enquanto o JavaScript é executado apenas via browser.

O Java é uma linguagem fortemente tipada, já o Javascript não.

Principais características do Java

Algumas características que podemos citar sobre a Linguagem Java são, por exemplo:

  • Orientada a Objetos;
  • Independente de plataforma;
  • Simples;
  • Tipada;
  • Compilada;
  • Interpretada;
  • Imperativa;
  • JDK (Java Development Kit);
  • JRE  (Java Runtime Environment).

Agora vamos ver em detalhe cada uma dessas características!

Orientada a Objetos

Tudo que é desenvolvido dentro da linguagem Java faz a utilização de classes e objetos. A compreensão deste conceito é fundamental para o uso da linguagem. 

Toda classe em Java poderá possuir atributos e métodos. A classe irá servir como um modelo para poder criar diversos objetos, nos quais utilizarão os atributos e métodos fornecidos por aquela determinada classe.

Independente de plataforma

Todo mundo que é dev já sofreu no momento de fazer a transferência de uma plataforma para outra. Em diversas vezes a pessoa tinha que alterar o código fonte da sua aplicação antes de efetuar compilações em outras plataformas. 

Já os programas em Java não possuem esse problema, pois o Java funciona independente de plataforma, o que permite a devs criarem os seus sistemas sem se preocupar com a plataforma. Isso é possibilitado através de um emulador conhecido como a Máquina Virtual Java (JVM) que ajuda a executar sistemas baseados em Java.

Simples

Vocês já devem ter escutado muita gente falando que o Java é uma linguagem complexa, porém eu não tenho essa visão. 

O Java possui regras muito bem definidas que facilitam bastante o nosso dia a dia no desenvolvimento de software. É normal ter alguma dificuldade inicial para entender como funciona os Paradigmas da Programação Orientada a Objetos, mas depois que você fica craque no assunto tudo vai dar certo. 

O importante é estudar e praticar sempre que possível para que você consiga fixar bem o conhecimento.

Tipada

A linguagem Java é fortemente tipada, isso vem graças a utilização da Tipagem Estática utilizada pelo Java. 

Lembrando: linguagem tipada, ou linguagem tipificada, é aquela que usa variáveis com tipos específicos. 

Em outras palavras, isso não permite que devs alterem o tipo da variável após ser declarada. Por exemplo, caso você tenha uma variável na sua aplicação que é um Integer e você está querendo preencher ela com um valor String. 

Quando você tentar fazer a compilação da aplicação, o Java vai te dar um erro ou até mesmo a sua IDE (Integrated Development Environment, ou em português Ambiente de desenvolvimento integrado) irá te mostrar que possui um erro na linha determinada, por exemplo:

Integer souUmExemploDoArtigo = “Abacaxi”;

Compilada

O código de um programa escrito em Java é compilado para uma forma intermediária de código denominada bytecode, que é interpretada pela JVM (Java Virtual Machine). 

Essa característica faz com que os programas em Java sejam independentes de plataforma, executando em qualquer sistema.
 

Imperativa

É a pessoa desenvolvedora que diz como é o quê exatamente um programa deverá realizar. É nesse paradigma que surgiram os laços de repetição (For, While, Do While), estruturas condicionais (If, Switch-Case) e atribuições de valor à variáveis para controle de estados.

JDK

JDK é a sigla para Java Development Kit. O kit de desenvolvimento Java é um conjunto de utilitários que permite criar sistemas de software para a plataforma Java.

JRE

Já JRE é a sigla para Java Runtime Environment. O Ambiente de Execução do Java irá te fornecer as bibliotecas padrões do Java para o JDK compilar o código e para a JVM executar o programa.

Mas, por que Java?

Assim como já falamos, o Java é uma das linguagens mais utilizadas em todo o mundo e várias empresas continuam adotando a linguagem. Além de prover vários frameworks para que você possa utilizar nas suas aplicações, como por exemplo o Spring, Quarkus, Micronauts, JSF (JavaServer Faces), dentre outros.

Uma das grandes vantagens de aprender Java é que você consegue criar aplicações para vários tipos de dispositivos, como por exemplo: web, mobile, TV Digital, dentre outros.

O Java também possui uma comunidade muito poderosa. Graças a isso, conseguimos obter muitas informações e dicas que nos ajudam em nossos estudos e a resolver diversos problemas do nosso dia a dia.

Cursos e Livros para se aprender Java

Graças ao nosso mundo tecnológico, conseguimos obter vários cursos e livros para que possamos aprender qualquer tipo de assunto. 

Abaixo irei dar algumas sugestões de cursos e livros para começar a aprender a Linguagem Java:

Aprenda Java com a Zup

Além de todas essas excelentes referências que eu listei acima, nos canais da Zup (lembrando: blog, canal no YouTube e Podcast) a gente publica conteúdo sobre Java com regularidade. Destaco, por exemplo: 

  • ZupcastJava Projects da OpenJDK;
  • Artigo Stream API: como diminuir a escrita do código Java;
  • Zup InsightsDocumentando e testando sua arquitetura Java com ArchUnit com Barbara Rossalli;
  • Artigo Java EE: entenda a plataforma e principais funcionalidades;
  • Zup Open Talks –  Arquitetura Java: Escalando do Monolito ao Microservices com Rafael Ponte;
  • ArtigoJava 11: funcionalidades e principais novidades;
  • Zup Open TalksJava 14 com Spring na prática com Loiane Groner;
  • ArtigoJava vs Kotlin: Vantagens, Desvantagens e Performance.

Inclusive, esse zupcast comentando mitos e verdades sobre o Java está imperdível:

Além disso, nossos programas de formação em tecnologia costumam ter uma base bem forte de Java. Por isso, se quiser ser fera nessa linguagem de programação, pode confiar na gente! 

Conclusão

Neste artigo falamos sobre a Linguagem Java, quais são as suas principais características e porque utilizá-la. Além de alguns cursos que podem te  ajudar a dar esse primeiro passo de aprendizado. 

Espero que você tenha gostado e qualquer dúvida ou sugestão é só comentar aqui abaixo! =)

Referências:

RockContent – O que é Java? Conheça as particularidades dessa linguagem de programação

DevMedia – Java: História e principais conceitos

DevMedia – Por que Java?

Alexandre Malavasi – Descomplicando: programação imperativa, declarativa e reativa

Capa do artigo "Java: como começar"
Foto - Gabriel Augusto
Desenvolvedor de software
Desenvolvedor de software apaixonado por novas tecnologias, sempre disposto a estar aprendendo novidades e passar o conhecimento para outras pessoas, através de artigos, conversas do dia a dia e etc. Busco sempre evoluir a minha carreira como desenvolvedor.

Este site utiliza cookies para proporcionar uma experiência de navegação melhor. Consulte nossa Política de Privacidade.