Acessibilidade digital: legal e é lei

No items found.
27/11/2019
Janaina Bernardino
Janaina Bernardino
PCD e Lead de Acessibilidade Digital

Compartilhando diversidade e espalhando acessibilidade digital por aí.

Está sem tempo para ler? Aperte o play para escutar o artigo.

"Para a maioria das pessoas, a tecnologia torna a vida mais fácil. Para as pessoas com deficiência, a tecnologia torna a vida possível.” 
Mary Pat Radabaugh, ex-diretora do Centro Nacional de Apoio para Pessoas com Deficiência da IBM. 

Estamos tão acostumados em fazer produtos digitais para a média dos usuários que deixamos de fora ajustes técnicos de acessibilidade digital para os deficientes. E caso você esteja se perguntando se deve levá-los em consideração na hora de desenhar seu site ou app, segundo o censo do IBGE de 2010 quando a população brasileira era de 139 milhões, tínhamos 45 milhões de brasileiros com algum tipo de deficiência. 

É um público economicamente ativo e grande para ser considerado.

Então sim, eles são muitos, usam os apps ou sites que você faz e você precisa entender sobre o assunto e se tornar inclusivo! 

Além disso, se você usa óculos, já virou estatística também. Pessoas com problemas de visão e idosos com mais de 60 anos (que são aproximadamente 14 milhões) também fazem parte do público que precisa de acessibilidade digital. 

E sempre é bom lembrar que a população do Brasil está envelhecendo. A projeção para 2060 é de que um quarto da população terá mais de 65 anos. Ou seja, se você não usa óculos ainda, existe uma grande probabilidade de que virá a usar.

E nesta conta não estamos considerando doenças invisíveis como Esclerose Múltipla, Lupus, Artrite, depressão, entre tantas outras que podem gerar lesões físicas e mentais que fazem com que tenhamos usuários que necessitam de acessibilidade ainda que de modo temporário. 

Portanto, acho que já deu para entender que é um público grande e economicamente ativo para que a acessibilidade seja levada e consideração em tudo o que você for fazer.

O que é acessibilidade digital e por que importa?

É uma série de recursos que possibilita a navegação, a compreensão e a interação de qualquer pessoa na web (independentemente de suas dificuldades), sem ajuda de ninguém. 

O Decreto Federal n° 5.296/2004 [1], em seu artigo 8°, I, estabelece: “I – acessibilidade: condição para utilização, com segurança e autonomia, total ou assistida, dos espaços, mobiliários e equipamentos urbanos, das edificações, dos serviços de transporte e dos dispositivos, sistemas e meios de comunicação e informação, por pessoa portadora de deficiência ou com mobilidade reduzida;”

Estamos falando de acessibilidade digital quando existe uma internet que é para todos, sem exclusão.  

Segundo uma pesquisa realizada pelo W3C.br/NIC.br, apenas 2 por cento das páginas web governamentais são acessíveis. Um dos objetivos do W3C, World Wide Web Consortium, é mudar esse cenário.

Acessibilidade digital é lei?

Sim. Desde 2015 já temos a Lei 13.146 que estabelece que todos os sites brasileiros devem ser acessíveis. 

Além disso na cidade de São Paulo a prefeitura certifica com um Selo de Acessibilidade os sites com padrões tecnicamente acessíveis, segundo as regras da WCAG (Web Content Accessibility Guidelines), que regula internacionalmente a internet dentro da W3C (World Wide Web Consortium).

Dá ruim se eu não fizer?

Nos EUA, em agosto de 2018, um grupo de usuários da Apple com deficiência visual entrou com um processo acusando-a de não respeitar as normas da ADA (Americans with Disabilities Act, lei americana) no seu site. 

E outro caso mais recente é o da Domino’s que está enfrentando um processo judicial movido por um usuário com deficiência visual, que afirma que tanto o portal, quanto o aplicativo da rede de pizzas não funcionam com o software comum de leitura de tela que ele usa para outros sites. Não vamos esperar isso aqui no Brasil ou fazer só porque é obrigatório não é?

Como saber se seu site ou app é acessível? 

Instale os recursos que listei abaixo para entender se seu site ou app está acessível: 

O que estamos fazendo por aqui

Estamos começando um movimento para a inclusão, mas ainda muito distante do mindset default para todas as marcas. 

Você pode fazer a diferença no seu time de trabalho, aprendendo, compartilhando e disseminando a acessibilidade digital como nós da Zup, que já estamos nos especializando e oferecendo produtos digitais com padrões legalmente acessíveis, gerando diferencial competitivo e valor de marca inclusiva.

No dia 16 de outubro realizamos um Meetup, Acessibilidade Digital #ParaTodos, que além de PCDs, trouxe Designers, Desenvolvedores e QAs para falarmos sobre o tema e compartilhar experiências. 

Como você tem procurado discutir o assunto? Vamos ampliar essa cultura juntos!

Acessibilidade digital é bom #ParaTodos

Vagas acessíveis

Ah, lembrando que todas as nossas vagas são abertas a qualquer pessoa, independente de cor, gênero, orientação sexual, identidade de gênero e/ou pessoas com deficiências. Veja todas elas aqui.

O que você achou deste conteúdo?
Quer receber nossos conteúdos?
Seu cadastro foi efetuado com sucesso! Enviaremos as novidades no seu email.
Oops! Something went wrong while submitting the form.